Imbuia

IMBUIA 19-05

A Ocotea porosa, (Nees et Martius ex Nees) Liberato Barroso, tem sua germinação entre 30 a 110 dias após seu plantio, porém seu desenvolvimento é lento. A altura média é de 15 a 20 metros, com seu tronco irregular e com algumas curvas. Possui casca em cor cinza clara e apresenta aberturas mais evidentes em arvores com maior idade.

É conhecida por ser a espécie de árvore com maior tempo de vida na Floresta das Araucárias, podendo ultrapassar 600 anos de idade. Sua madeira pode ser usada para ser feitos móveis de luxo e instrumentos musicais. A semente é explorada por besouros da família Scolytidae.

Por possuir madeiras de boa qualidade, inclusive para móveis de luxo, sua exploração foi tanta que está na lista de espécies ameaçada de extinção. Sendo dificilmente encontrada nas matas.

Os frutos são drupas globosas lisas e lustrosas de coloração roxa à vermelho. A floração ocorre de outubro a novembro e os frutos amadurecem de janeiro a março. Seus frutos são de alto consumo para os mais diversos pássaros presentes nas regiões, na qual se encontra a árvore.

A cidade de Imbuia, em Santa Catarina, teve seu nome oriundo da planta e é a árvore símbolo do estado catarinense.

 

Texto: Jean Felipe dos Santos

Arte: Glauco Teixeira

Edição: Marcos Dias